Notícias

13/11/2018 20:47

Janaina lamenta arquivamento de pedido de afastamento de Taques e diz que AL perde mais uma vez seu papel de protagonista

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) líder da oposição na Assembleia Legislativa lamentou a decisão do presidente Poder, Eduardo Botelho, de arquivar sem submeter à votação em plenário, o pedido de afastamento imediato do governador Pedro Taques, protocolado pela parlamentar há 3 semanas, com base na delação do empresário Alan Malouf, homologada no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu acho que a Assembleia perde a oportunidade, sempre que a tem, de ser protagonista da sua história. Votar um pedido de afastamento do governador por graves indícios de crime é o papel do parlamento. Penso que se o deputado não serve para fiscalizar e para avaliar se um governo pode ou não continuar, para que serve os deputados? A principal função nossa é a fiscalização do Poder Executivo. Agora o desfecho desses supostos crimes segue com a Justiça e a Assembleia perde o papel de protagonista que eu acho que era o que a população estava esperando”, lamenta.

Durante a sua fala na tribuna, Janaina reforçou que entende que a decisão de submeter ou não o pedido de afastamento à votação em plenário é uma prerrogativa do presidente da Assembleia, mas diz que os mato-grossenses mereciam saber como pensam e como votariam os deputados que eles elegeram.

“A questão política analisada pelo presidente é que um possível afastamento criaria um fato político que prejudicaria toda a transição do novo governo se hoje fosse aprovado, porém, diariamente continuamos recebendo denúncias sobre a má gestão e supostos crimes que continuam sendo cometidos e isso é muito grave. A gestão toda do Pedro Taques está comprometida como um todo e para mim, bem como para a maioria da população, não importa se falta 2 meses ou  2 dias para ele sair do cargo, o pedido de afastamento é legítimo tinha que ser votado pois tenho. Foi um pedido legal, com embasamento jurídicos numa delação homologada pelo STF e parecer favorável da Procuradoria. Para mim é frustrante, pois se aconteceram crimes e se eles continuam a acontecer durante a gestão Pedro Taques,  afastá-lo seria uma forma de interromper isso”, finaliza.


Janaina Riva

Com essas experiências adquiridas, Janaina fundou e presidiu o PSD jovem de Mato Grosso, o segundo Estado a fundar militância jovem do PSD no país. 

Redes Sociais

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo